Jogos

Mega Man (Série Original)

A série original de Mega Man teve início em 17 de dezembro de 1987, com o lançamento do primeiro título para o Nintendo Entertainment System (NES 8-bits).

Esta série introduziu elementos essenciais de Mega Man como a possibilidade de escolher a ordem entre os oito chefes a serem enfrentados, assim como a absorção de suas armas. As fases finais no castelo de Dr. Wily, após os oito chefes serem derrotados, também se tornaram tradicionais, assim como o último chefe ter várias formas. A história da série original se passa entre os anos de 200X e 20XX.

A série original teve início na geração 8 bits e passou pelas seguintes (16 e 32 bits), com lançamentos como “Mega Man 7” (para Super Nintendo) e “Mega Man 8” (paga Sony Playstation e Sega Saturn). Mesmo tendo sido lançados muitos anos depois, “Mega Man 9” e “Mega Man 10” foram produzidos com gráficos em 8-bits, para lembrar o início da saga clássica.

Diversos outros jogos, de outros estilos, utilizaram os personagens da série clássica, como “Mega Man Soccer” de futebol, “Mega Man Battle & Chase” de corrida, “Mega Man The Power Battle” de luta, “Super Rockman Adventure” uma aventura animada interativa, entre outros.

Seis jogos da série clássica foram lançadas para o portátil Game Boy da Nintendo, contendo aventuras parecidas com as dos jogos principais. “Mega Man & Bass” foi lançado para o Super Nintendo, em 1998, com a aparência de “Mega Man 8”, onde era possível optar por jogar com Mega Man ou Bass. O jogo ficou de fora de todas as coletâneas posteriormente lançadas da série original.

Algumas coleções foram lançadas da série original, como a “Mega Man Wily Wars”(1994) do Mega Drive, com gráficos redesenhados em 16-bits para os três primeiros jogos; “Mega Man Anniversary Collection” (2004), para Playstation 2, Nintendo Game Cube e Xbox; e as recentes “Mega Man Legacy Collection” (2015) e “Mega Man Legacy Collection 2” (2017).

O primeiro jogo da série foi refeito em estilo SD (super deformed), e lançado em 2006, para Playstation Portable, como “Mega Man Powered Up”.

Linha do Tempo

(Principais jogos)

  • 1987 – Mega Man
  • 1988 – Mega Man 2
  • 1990 – Mega Man 3
  • 1991 – Mega Man 4
  • 1992 – Mega Man 5
  • 1993 – Mega Man 6
  • 1994 – Mega Man: The Wily Wars
  • 1995 – Mega Man 7
  • 1996 – Mega Man 8
  • 1998 – Mega Man & Bass
  • 2004 – Mega Man Anniversary Collection
  • 2006 – Mega Man: Powered Up
  • 2008 – Mega Man 9
  • 2010 – Mega Man 10
  • 2015 – Mega Man Legacy Collection
  • 2017 – Mega Man Legacy Collection 2

Mega Man X

Mega Man X teve início em 1993, com o lançamento do primeiro título para Super Nintendo, da geração 16-bits.

A história de Mega Man X se passa cem anos depois da série original, em 21XX. Mega Man passa a se chamar X e divide o protagonismo da série com Zero. Assim como Mega Man, X foi criado por Dr. Light e ficou em animação suspensa por cem anos, sendo despertado por Dr. Cain. Durante o desenvolver da história, descobre-se que Zero foi criado por Dr. Wily, inimigo de Mega Man na série original. A série Mega Man X tem como principal vilão o robô Sigma, que sempre adota diversas formas no final dos jogos. Um terceiro protagonista entrou em cena nos últimos jogos da série, Axl.

Nos primeiros jogos da série, o funcionamento é bastante parecido com a série original. Uma novidade está na busca de itens que aumentam a energia de X, assim como peças de armadura que lhe dão novas habilidades. O visual da série passou por modificações, especialmente depois de Mega Man X3, chegando a adotar gráficos 3D nos últimos jogos.

Ao todo foram lançados nove jogos da série Mega Man X, sendo que um deles foi intitulado “Mega Man X Command Mission”, cuja história se passa entre “Mega Man X7” e “Mega Man X8”. Dois jogos baseados na série Mega Man X foram lançados para o portátil Game Boy Color da Nintendo, com o título Megaman Xtreme.

Em 2006, o primeiro Mega Man X foi refeito e lançado para Playstation Portable com o título “Mega Man: Maverick Hunter X“. Além da missão normal de X, é possível terminar o jogo com o vilão Vile. Uma coleção contendo os seis primeiros títulos da série e o jogo “Mega Man Battle and Chase”, foi lançada em 2006, com o título “Mega Man X Collection”.

Linha do Tempo

(Jogos Principais)

  • 1993 – Mega Man X
  • 1994 – Mega Man X2
  • 1995 – Mega Man X3
  • 1997 – Mega Man X4
  • 2000 – Mega Man X5
  • 2000 – Mega Man Xtreme
  • 2001 – Mega Man X6
  • 2001 – Mega Man Xtreme 2
  • 2003 – Mega Man X7
  • 2004 – Mega Man X8
  • 2004 – Mega Man X: Command Mission
  • 2006 – Mega Man: Maverick Hunter X
  • 2006 – Mega Man X Collection

Mega Man Legends

Mega Man Legends (Rockman Dash, no Japão) é uma curta série de jogos de ação em 3D, que teve início com o lançamento do primeiro título para o Sony Playstation, da geração 32-bits, em 1997.

A história de Mega Man Legends se passa milhares de anos depois das outras séries. O personagem principal agora se chama Mega Man Volnutt, e atua como um escavador de ruínas, em busca de Refratores Quantum, a maior fonte de energia de sua civilização. Durante suas aventuras, Mega Man Volnutt tem a companhia do macaquinho Data, de sua amiga Roll Caskett e seu avô Barrell Caskett.

Eles sempre encontram o atrapalhado trio Teisel, Bon e Tron Bonne. Tron Bonne chegou a ter seu próprio jogo, cuja história se passa antes dos eventos de Mega Man Legends.

O jogo Mega Man Legends 3 chegou a ser anunciado para Nintendo 3DS, porém sua produção foi cancelada em julho de 2011.

Apesar de não haver expectativa para novos lançamentos da série Mega Man Legends, seus personagens sempre aparecem em crossovers. Os Servbots, apresentados nesta série, são com frequência utilizados pela Capcom em jogos e divulgações.

Linha do Tempo

  • 1997 – Mega Man Legends
  • 1999 – The Misadventures of Tron Bonne
  • 2000 – Mega Man Legends 2

Mega Man Battle Network

Mega Man Battle Network é uma série de jogos de RPG iniciada em 2001, com o lançamento do primeiro título para o portátil Game Boy Advance da Nintendo.

A história de Mega Man Battle Network se passa em 200X, porém num universo alternativo onde a tecnologia avançou mais que a robótica.

Os protagonistas da série são o garoto Lan e um Net Navi chamado MegaMan.EXE. Net Navis são assistentes virtuais dos Operadores, como Lan, que utiliza MegaMan.EXE para enfrentar vírus de computador e ameaças virtuais.

A série de anime MegaMan NT Warrior, baseada em Mega Man Battle Network, teve 209 episódios.

O jogo Mega Man Network Transmission, foi o único da série lançado para um console doméstico, ao invés dos portáteis. Sua história se passa entre os dois primeiros títulos da série e seu estilo de jogo se assemelha à série clássica.

A história de Mega Man Battle Network foi concluída em Mega Man Battle Network 6, entretanto, está ligada ao futuro distante retratado em Mega Man Star Force.

Linha do Tempo

  • 2001 – Mega Man Battle Network
  • 2001 – Mega Man Battle Network 2
  • 2002 – Mega Man Battle Network 3 (Versão White / Versão Blue)
  • 2003 – Mega Man Network Transmission
  • 2003 – Mega Man Battle Chip Challenge
  • 2003 – Mega Man Battle Network 4 (Versão Red Sun / Versão Blue Moon)
  • 2005 – Mega Man Battle Network 5 (Versão Team ProtoMan / Versão Team Colonel / Double Team DS)
  • 2005 – Mega Man Battle Network 6 (Versão Cybeast Falzar / Versão Cybest Gregar)

Mega Man Zero

Mega Man Zero é uma tetralogia de jogos de ação lançados para o portátil Game Boy Advance, a partir de 2002.

O protagonista desta série é o personagem Zero, de Mega Man X, numa versão visualmente alterada. Sua jogabilidade é bastante similar aos últimos jogos da série Mega Man X.

Sua história se passa 102 anos após a série Mega Man X, aparentemente numa história divergente que surgiu dos eventos de Mega Man X6.

A história de Mega Man Zero foi concluída em seu quarto título, entretanto, está ligada à série Mega Man ZX, que se passa 200 anos depois.

Uma coleção contendo os quatro jogos, Mega Man Zero Collection, foi lançada para o Nintendo DS em 2010.

Linha do Tempo

  • 2002 – Mega Man Zero
  • 2003 – Mega Man Zero 2
  • 2004 – Mega Man Zero 3
  • 2005 – Mega Man Zero 4
  • 2010 – Mega Man Zero Collection

Mega Man ZX

A série Mega Man ZX é constituída de dois jogos de ação lançados para o portátil Nintendo DS, nos anos de 2006 e 2007.

Os eventos de Mega Man ZX se passam 200 anos depois de Mega Man Zero.

Os protagonistas do primeiro jogo são Vent e Aile, e no segundo são Grey e Ashe. Subentende-se que os personagens não coexistem, pois quando se seleciona um, não há menção ou interação com o outro.

Os personagens podem coletar Biometais contendo informações de herois do passado como X, Zero e os quatro guardiões de Mega Man Zero, e adotar suas armas ou formas.

Apesar da história não ter sido concluída, não há previsão de novos lançamentos de Mega Man ZX.

Linha do Tempo

  • 2006 – Mega Man ZX
  • 2007 – Mega Man ZX Advent

Mega Man Star Force

Mega Man Star Force é uma trilogia de jogos de RPG, lançados para o portátil Nintendo DS, a partir de 2006.

Mega Man Star Force é sequência da série Mega Man Battle Network, e seus eventos se passam duzentos anos depois, no ano de 220X.

Os protagonistas da série são o tímido garoto Geo Stelar e uma extraterrestre conhecida como Omega-Xis, que pode se transformar em Mega Man. O sistema de jogo é muito parecido com a série Mega Man Battle Network.

Uma série de anime sobre Mega Man Star Force foi lançada na televisão japonesa em outubro de 2006 e teve 76 episódios no total.

A história de Mega Man Star Force não foi concluída, entretanto, não há previsão de novos lançamentos desta série.

Linha do Tempo

  • 2006 – Mega Man Star Force (Versões Pegasus, Leo e Dragon)
  • 2007 – Mega Man Star Force 2 (Versões Zerker x Saurian e Zerker x Ninja)
  • 2008 – Mega Man Star Force 3 (Versões Black Ace e Red Joker)

Rockman Xover

Rockman Xover (leia-se Rockman Crossover) é um jogo lançado em 2012 no Japão, para smartphones, para comemorar os 25 anos de Mega Man.

Com uma jogabilidade duvidosa, o jogo apresenta um novo protagonista, OVER-1, um reploide criado por Dr. Light e Dr. Cossack, que enfrenta vilões de várias séries de Mega Man, que atravessaram dimensões para unirem forças.

A Capcom chegou a anunciar o lançamento do jogo na América do Norte, entretanto, sua péssima recepção levou ao seu cancelamento. O jogo foi removido em 2015.

Linha do Tempo

  • 2012 – Rockman Xover

Crossovers

Diversos personagens das séries Mega Man participaram de crossovers entre a Capcom e outras marcas como Marvel, SNK, Namco e Tatsunoko. Sendo a maioria deles, jogos de luta.

Além de aparecerem em jogos de outras fabricantes, como é o caso de Super Smash Bros. da Nintendo no qual, em seu golpe especial, Mega Man conta com o apoio dos protagonistas das séries Mega Man X, Mega Man Legends, Mega Man Battle Network e Mega Man Star Force.

O crossover mais importante relacionado à Mega Man, certamente é Mega Man x Street Fighter, lançado em 2012, para comemorar os 25 anos da franquia. O download do jogo pode ser feito gratuitamente pelo site da Capcom, somente para PC. Apesar do título, o jogo é de plataforma, no estilo do início da série clássica de 8-bits.

Em Street Fighter x Tekken, jogo lançado em 2012, quem dá as caras é o personagem conhecido como Bad Box Art Mega Man (imagem acima), uma versão cômica da ilustração utilizada na capa americana do primeiro Mega Man, lançado em 1987. Este personagem também estaria no jogo Mega Man Universe, anunciado e cancelado em 2010. Além de Mega Man e Bad Box Art Mega Man, o jogo teria Ryu (de Street Fighter) e Arthur (de Ghosts ‘n Goblins), como personagens jogáveis.

Mega Man fez sua estreia em jogo de luta no primeiro Marvel Vs. Capcom, lançado em 1996.

Outros personagens que participaram de crossovers de luta foram Roll, da série original; X, Zero e Sigma, da série Mega Man X; Zero, da série Mega Man Zero; Mega Man Volnutt, Tron Bonne e Servbot, da série Mega Man Legends. Os personagens de Mega Man também aparecerem em jogos eletrônicos de cartas, como a série Card Fighter Clash e SNK Vs Capcom: Card Series, e RPGs como Street Fighter X All Capcom e Project X Zone. Mega Man é um dos personagens selecionáveis do jogo Canon Spike, lançado em 2000 para Sega Dreamcast.

Linha do Tempo

Principais participações:

  • 1996 – Marvel Vs. Capcom (Mega Man)
  • 2000 – Canon Spike (Mega Man)
  • 2000 – Marvel Vs. Capcom 2 (Mega Man, Roll, Tron Bonne, Servbot)
  • 2005 – Namco X Capcom (Mega Man Volnutt, Roll Casket, Mega Man Juno, Tron Bonne, Servbot)
  • 2003 – SVC Chaos: SNK Vs Capcom (Zero)
  • 2008 – Tatsunoko Vs. Capcom (Mega Man Volnutt, Zero, Roll)
  • 2011 – Marvel Vs. Capcom 3 (Zero, Tron Bonne)
  • 2012 – Street Fighter X Tekken (Bad Box Art Mega Man)
  • 2012 – Street Fighter X Mega Man (Mega Man)
  • 2014 – Super Smash Bros. (Mega Man)
  • 2017 – Marvel Vs. Capcom: Infinite (X, Zero e Sigma)

Mighty n°9

Embora não seja um Mega Man, Mighty n°9 foi criado como seu “sucessor espiritual”, e lançado para diversas plataformas em 2016, através de uma campanha de financiamento coletivo pela internet.

O jogo foi dirigido por Keiji Inafune, ilustrador, designer e produtor de Mega Man, dentre outros produtos da Capcom como Resident Evil e Onimusha. Keiji deixou a Capcom em outubro de 2010 e, três anos depois, criou a sua própria empresa, a Comcept USA, cujo primeiro jogo foi Mighty n°9.

Mighty n°9 apresenta vários elementos semelhantes a Mega Man, a começar pelo personagem protagonista Beck. O jogador também pode escolher a ordem de chefes, dentre oito, que deseja enfrentar, antes de seguir para as fases finais. Beck absorve as armas dos outros robôs, assim como Mega Man.

Uma das principais novidades na jogabilidade está no sistema de combos, que consiste na conclusão da fase rapidamente, matando o maior número de inimigos rapidamente, e absorvendo suas “xels“, uma espécie de células de poder. Quanto maior o número de células absorvidas, mais poder Beck terá para enfrentar os chefes.

A personagem Ray foi adicionada como jogável a partir de uma DLC (conteúdo baixável). Ray se assemelha bastante a Proto Man ou Zero, companheiros de Mega Man e X, respectivamente.

Linha do Tempo

  • 2016 – Mighty n°9







Curta nossa página no Facebook